Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Emotions in Beiras

Partilha de visitas a lugares motivando à aventura, à descoberta e às emoções

Emotions in Beiras

Partilha de visitas a lugares motivando à aventura, à descoberta e às emoções

11.12.20

Ao encontro do Aguilhão

Dulce Ruano
A Serra da Estrela é imponente. Majestosa. Perfeitamente capaz de nos surpreender a cada passo dado, a panóplia de paisagens, as rochas ali expostas, a vegetação, os sons e o silêncio dão-nos uma dinâmica tanto de alvoroço como de tranquilidade. Provoca-nos uma certa inquietude interior, pasmamos de tanta beleza, de perfeição e nos faz questionar a razão da vida agitada que temos nos nossos quotidianos porque ali, dentro dela, tudo se esvanece, só temos vista e emoções para (...)
05.12.20

Rota do Javali

Dulce Ruano
Na Serra da Estrela há lugares emblemáticos, lá isso é verdade, porém à medida que vamos descobrindo outros, percebemos a grande diversidade que ela nos oferece e se achávamos que só na zona das rochas os nossos olhos e mente se regalavam então andávamos iludidos e bem. Ainda pensámos que talvez dessemos de frente com os javalis mas devem ter achado que eram demasiado poderosos e belos para nós pelo que não apareceram, porém não temos a menor dúvida que tinham acabado (...)
30.11.20

Rota do Poço do Inferno

Dulce Ruano
  A Serra da Estrela tem lugares fantásticos, mas que novidade! Ironia é o que é. Trazendo à memória lugar a lugar é demasiado agressivo à nossa sensibilidade eleger algum em particular, convenhamos que a sua composição é de uma variedade tal que se fossemos colocados na posição de decidir não conseguiríamos cumprir com a tarefa.  Fomos percorrer um pequeno trilho que apesar da curta distância oferece uma panóplia de elementos devastadores aos nossos corações, só (...)
14.11.20

Faias de S. Lourenço

Dulce Ruano
A Serra da Estrela lembra um trono de granito imensurável, admirar e andar sobre os rochedos provoca um sentido de aventura potente, caminhar sobre trilhos em busca da descoberta liberta-nos, são lugares abertos, livres, a natureza está exposta de forma espontânea e magnifica a qual merece todo o nosso respeito e admiração no seu estado tão puro. Os seus elementos são de uma diversidade tão vasta que nos é difícil selecionar em qual investir o nosso prazer de estar nela e em (...)
27.08.20

Travessia da Garganta de Loriga

Dulce Ruano
A serra da Estrela tem tantos recantos quanto de estrelas há no céu, cada um com a sua beleza e natureza próprias, cada um com a sua sumptuosidade única e por mais vezes que os vemos e admiramos não nos fartamos nem nos desilude, cada lugar é imperial e nos deslumbra, faz-nos pensar como está ali, leva-nos a retroceder a uns milhares de anos e entramos num imaginário tal a que não temos respostas, continuemos assim, em admiração por ela. Objetivo: Travessia da Garganta de Loriga Altitu (...)
24.08.20

Travessia Vale Glaciar do Zêzere

Dulce Ruano
A Serra da Estrela é suspeita de tudo aquilo que se vê ou se admira, sensibiliza-nos a cada passo dado, muda de paisagem de forma dinâmica parecendo se mover para ali ou acolá provocando-nos constantemente a vontade em ver mais, nem que seja para ver o que está ali mais à frente e depois parece que não há mais, mas mais um passo e descobrimos que há tanto mas tanto para ver.... Objetivo: Vale Glaciar do Zêzere Altitude: 1.470 Metros (máxima) Tempo: 3H. Distância: 10 Kms - Linear Dificuld (...)
19.08.20

EN2 - Etapa 6 - Torrão a Faro

Dulce Ruano
EN2 – 6º Dia – Torrão – Ferreira do Alentejo – Aljustrel – Castro Verde – Almodôvar – São Brás de Alportel - Faro Dando seguimento à nossa aventura e chegando ao sexto e último dia ... Deixámos o parque Markádia, passamos pelo lugar que abraça o Rio Xarrama em Torrão, EN2 passa no meio da aldeia e nota-se algum movimento turístico, passeámos pelas ruas, conversámos com residentes, sempre amáveis, conquistam-nos de uma forma que nos faz esquecer do nosso (...)
18.08.20

EN2 - Etapa 5 - Montargil a Viana do Alentejo

Dulce Ruano
EN2/5º Dia: Montargil – Mora – Montemor-O-Novo – Santiago do Escoural – Alcáçovas – Torrão – Viana do Alentejo - Ao quinto dia temos a impressão que desfrutámos pouco, pensamos em tudo o que deixámos para trás por ver, por descobrir e que a lista da agenda já vai grande, ainda estamos a um pouco menos de metade do percurso, pudera, Portugal tem tanto para ver, experimentar e sentir. Levantámos em Montargil, seguimos estrada, verdade que nesta etapa já nos (...)
12.08.20

EN2 - Etapa 4 - Penacova a Barragem de Montargil

Dulce Ruano
  EN2/4ª Dia: Penacova – Lousã – Góis – Pedrogão Grande – Sertã – Vila de Rei – Abrantes – Ponte-de-Sor – Barragem de Montargil Portugal é um país de tantos encantos e apesar de pequeno tem uma diversificada paisagem, ora vemos encostas de jardins com vinhas ora vemos encostas com um arvoredo gigantesco, além de paisagens também a cultura gastronómica muda e mesmo as pessoas, todas com quem falamos com as suas peculiares características, ainda assim têm todas (...)
08.08.20

EN2 - Etapa 3 - Peso da Régua a Penacova  

Dulce Ruano
EN2/3º Dia: Peso da Régua - Lamego – Castro D’Aire – Viseu – Santa Comba Dão – Barragem da Aguieira – Penacova Bem cedo fizemos um treino de atletismo na ecopista à beira do Douro e assim desfrutar da beleza do grandioso Douro. Mais tarde visitámos o museu e a estação ferroviária, ficámos tentados a atravessar a ponte pedonal porém como já conhecíamos decidimos avançar para Lamego, não sem antes comprar uns rebuçados da Régua a uma vendedora ambulante. Lamego (...)